Parto normal ou cesárea: descubra a melhor opção para você!

Certamente quando uma mulher descobre que está grávida, várias dúvidas podem passar pela sua cabeça, como por exemplo, como se manter saudável durante a gestão e qual a melhor opção de parto: parto normal ou cesárea?

Como resultado, muitas especulações giram em torno deste assunto, o que tende a deixar a mamãe ainda mais confusa sem saber qual melhor decisão deve tomar.

E se você ainda não sabe qual tipo de parto realizar, descubra qual é o melhor para você.

Parto normal ou cesárea

Parto normal

É fato que a grande maioria dos médicos recomendam que o parto seja normal, acima de tudo quando a mulher está em condições de realizá-lo.

Além de ser uma forma natural de se ter o bebê, o parto normal ainda possui:

– Recuperação mais rápida

Provavelmente após algumas horas após o parto, a mulher já consegue realizar movimentos como subir escadas e andar normalmente.

– Menos dor no pós parto

Primeiro de tudo precisamos saber que a dor do parto é uma das maiores que uma mulher pode experimentar.

No entanto, no pós parto ela sofre menos dor, uma vez que não teve a sua barriga aberta e costurada.

Além disso, em partos normais a mulher geralmente não toma anestesia, o que torna o processo menos complexo.

– Menor risco de complicações

Como resultado de um parto normal não envolver procedimentos cirúrgicos, a mulher não corre ricos de desenvolver complicações pós operatórias.

– Menor cicatriz

Em contraste com a cesárea, na verdade, a mulher não possuirá nenhum tipo de cicatriz visível.

– Trabalho de parto mais longo

Como resultado de a mulher espera a vontade do seu organismo para que assim, consiga expelir a criança.

Em partos normais, logo após algumas horas de sua realização a mãe já pode cuidar de seu bebê normalmente. Finalmente ela pode ter o seu bebê nos braços e amamentar logo após o parto.

Contudo, precisamos saber diferenciar parto normal de parto natural:

– Parto normal: aquele que é realizado com ajuda de anestesia ou até mesmo induzido para gerar contrações.

– Parto natural: realizado sem a presença de nenhum tipo de anestesia ou outro componente que induza sua realização.

white bo145ok - Parto normal ou cesárea: descubra a melhor opção para você!

Parto cesárea

A cesárea é a mais indicada quando o bebê não está na posição correta. Da mesma forma quando existe desproporção céfalo-pélvica ou em casos de descolamento da placenta.

As características de um parto cesárea são:

– Recuperação mais lenta

Levando em consideração de que a mulher passa por um procedimento cirúrgico para obter o bebê. Devido principalmente ao corte ela deve precisar de maior tempo de repouso.

Maior dor no pós parto

Uma vez que vai sentir as dores do corte após o efeito da anestesia. Enquanto o corte ainda não estiver totalmente cicatrizado pode ser dolorido.

– Maior risco de complicações

Justamente pelo fato de ser um procedimento cirúrgico, envolver anestesia e corte, portanto sujeito a complicações.

– Cicatriz maior

Atualmente os médicos estão adotando diversos procedimentos para que a cicatriz da cesariana seja menor. Porém, ela ainda possui no mínimo, 10 centímetros.

– Trabalho de parto mais curto

Devido a possibilidade de programação do dia e a hora em que o bebê irá nascer, além disso, uma cesárea leva em torno de 40 minutos sem demais complicações.

– Tempo de espera maior para cuidar do recém nascido

Isso porque, depois de levar uma anestesia, a mulher deve ficar em torno de 5 a 6 horas deitada, de preferência, sem levantar a cabeça. Provavelmente estará ainda dormindo sob efeito da anestesia.

Além disso, a cesárea é muito indicada quando o bebê está em sofrimento fetal, a gravidez é de gêmeos e um dos bebês está em um posição diferente, quando os bebês forem muito grandes, quando existe malformação congênita.

Qual escolher?

Parto normal ou cesárea?

Antes de decidir por parto normal ou cesárea, é importante entender o seu corpo e as condições de sua gravidez, como resultado, será possível optar por aquilo que será mais favorável tanto para você, quanto para o seu bebê.

Todo o conteúdo deste site, incluindo opinião médica e qualquer outra informação relacionada à saúde, é apenas para fins informativos e não deve ser considerado como um diagnóstico específico ou plano de tratamento para qualquer situação individual. O uso deste site e as informações contidas neste documento não criam uma relação médico-paciente. Sempre procure o conselho direto de seu próprio médico em relação a quaisquer perguntas ou problemas que você possa ter em relação à sua própria saúde ou à saúde dos outros.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário e você me ajuda a trazer cada vez mais conteúdos cada vez mais interessantes para você! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.